Professores da rede pública estadual de SP foram tratados a golpes de cassetetes

19 out

“As escolas públicas na cidade e no Estado de São Paulo tornaram-se locais onde as crianças não aprendem e com bandidos e traficantes atuando com folga devido à falta de segurança”, denuncia a CMB. O tratamento que Serra deu aos professores da rede estadual resume como ele tratou da Educação em São Paulo. “Em 26 de março deste ano – no mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, 08 de Março -, Serra recebeu as professoras nas imediações do Palácio do Governo de SP com a tropa de choque da PM, bombas de gás, spray de pimenta e cassetetes”.

Entre os principais problemas da gestão tucana na educação apontados pela CMB referem-se à aprovação automática dos alunos, “uma das razões da deterioração do ensino no estado”, e à “realização de concurso público, já que mais da metade das professoras e professores é temporária e sem direitos”.Hora do povo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: