Serra não vai largar o osso (PSDB). Ele carrega um baú de ódio

25 out
Na foto, a trincheira da vingança

 
Conversa Afiada gostaria que o amigo navegante reconhecesse a precedência deste ordinário blog, notoriamente financiado pelo Ouro de Moscou, ao profetizar o destino de #serrarojas, ou #serrojas, como preferir.

Conversa Afiada sempre disse que o acima mencionado tinha menos chance de ser Presidente que o Vesgo do Pânico.

Sempre disse que, não fosse o PiG (*), ele não tinha cabedal para passar de Resende na Via Dutra.

Conversa Afiada sempre disse que ele tem 30% dos votos desde 2002.

Conversa Afiada sempre se perguntou (com o filósofo Paulo Arantes): o que pensa esse rapaz ? Nada !

Conversa Afiada sempre disse – com Ciro Gomes – que o #serrarojas não tem escrúpulos: se preciso for, passa com um trator por cima da cabeça da mãe.

E o Conversa Afiada sempre falou “bye-bye Serra 2010”, quando saíam os resultados brilhantes do Governo Lula: emprego, renda, casa própria, credito para todos e ProUni.

Aquele horror !

Recentemente, houve uma adaptação para “bye-bye Serra forever”.

Este ordinário blogueiro, financiado pela Ford Foundation, neste domingo, assistiu ao horário eleitoral do #serrarojas e viu as fotos da carreata de mineiros que ele montou na Av. Atlântica no Rio.

No primeiro plano, com a praia de Copacabana ao fundo, havia Aécio (que, depois do Amaury, segundo tucanos paulistas, corre o risco de ser conhecido como o “Aético”), Anastasia e Itamar.

Parecia carreata em Juiz de Fora.

Ao fundo, exuberantes, Álvaro Dias, do Paraná, e Gabeira, representante da Suécia.

No horário eleitoral, não há uma única ideia para se levar para casa.

Uma mediocridade ponteaguda, que fere o peito do espectador.

Mas, ele é assim mesmo.

Para fora, o #serrarojas não diz nada, não faz mal a ninguém.

O negócio é por trás, pelas costas.

Aí, ele é imbatível.

Clique aqui para acompanhar algumas leituras dominicais, que tratam do Itagiba e do #serrarojas, na arte de preparar dossiês.

O Serra é um iceberg.

A ponta visível é inofensiva.

Acontece que ele vai sair dessa eleição com o baú cheio de ódio.

Ódio do Lula, da Dilma, do PMDB, dos tucanos que o traíram (e ainda vão trair mais, no domingo), da Carta Capital, do Nassif, do Azenha, dos blogs sujos de maneira geral.

Dos empreiteiros que, por mais que ele e o Paulo Preto entregassem o ouro, continuaram a financiar o PT.

Ódio do Datafalha e do Globope que, na reta final, o traíram miseravelmente.

Ódio da Sheila Ribeiro, a ex-aluna que falou do aborto da Mônica Serra e tirou a calhordice do centro da campanha.

Ódio do Amaury Ribeiro, que falou da operação de lavagem de dinheiro que envolvia a filha dele e o genro.

Ódio da advogada do Eduardo Jorge que vazou a matéria errada para a Folha (**) e  botou o Amaury na parada.

Ódio do Aécio, que preparou o dossiê para se defender dele, logo ele, tão bonzinho.

Ódio do Fernando Henrique que foi confessar que mandou vender a Vale na bacia das almas.

Clique aqui para ver esse vídeo imperdível.

Ódio do SBT que mostrou a bolinha de papel.

Isso não é mais um baú.

É um container cheio de ódio.

Por isso, #Serrarojas não vai largar o osso.

Ele não vai para casa estudar Economia à distância, na Facamp.

Não, ele vai ficar com o osso preso nos dentes.

Vai sentar em cima do PSDB de São Paulo.

Vai usar o PiG (*).

E tentar se vingar de um por um.

Ele é do DEM !

Não é à toa que o Aécio vai cair fora.

E o Kassab também.

O PSDB é a UDN de São Paulo.

Do #serrarojas, do Farol de Alexandria, do Aloysio R$ 300 mil Nunes, do Paulo Preto e do Gonzalez.

Olha que este ordinário blogueiro sabe ler a alma do Serra.

Não falha.

Paulo Henrique Amorim

(*) Em nenhuma democracia séria do mundo, jornais conservadores, de baixa qualidade técnica e até sensacionalistas, e uma única rede de televisão têm a importância que têm no Brasil. Eles se transformaram num partido político – o PiG, Partido da Imprensa Golpista.

(**) Folha é um jornal que não se deve deixar a avó ler, porque publica palavrões. Além disso, Folha é aquele jornal que entrevista Daniel Dantas DEPOIS de condenado e pergunta o que ele achou da investigação; da “ditabranda”; da ficha falsa da Dilma; que veste FHC com o manto de “bom caráter”, porque, depois de 18 anos, reconheceu um filho; que matou o Tuma e depois o ressuscitou; e que é o que é,  porque o dono é o que é; nos anos militares, a Folha emprestava carros de reportagem aos torturadores.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: