Irresponsável: Serra diz que governo tucano não precisa ser investigado por licitação do metrô

28 out

O candidato do PSDB à Presidência, José Serra, disse nesta quarta-feira (27), em Recife (PE), que a gestão estadual não precisa ser investigada no caso da licitação para a escolha das empresas que construirão lotes remanescentes da linha 5 do metrô de São Paulo. “Não [precisa investigar a gestão], porque não teve nada”, disse ele, acusando em seguida o governo federal de cometer irregularidades nas licitações de sua responsabilidade.

“A propósito de concorrência acertada, quem faz isso publicamente e abertamente e nunca ninguém disse nada é o governo federal”, declarou Serra. “Fez isso com Belo Monte, anda fazendo isso com todo mundo”, disse. “Eles escolhem inclusive as empresas e depois fazem a concorrência já tendo combinado como faria.”

Serra atribuiu a denúncia sobre o metrô ao período eleitoral e disse que “não precisa ser muito adivinhão” para saber que apenas duas empresas possuem o “Tatuzão”, equipamento de perfuração usado na obra.

“Mas, como é véspera de eleição e falta assunto para os petistas falarem de corrupção do nosso lado, eles ficam inventando, ficam fazendo cavalo de batalha em torno disso”, afirmou o candidato.

“Enquanto isso, o tesoureiro do PT é réu num buraco que fez para pequenos cooperados do Bancoop, que era um banco de cooperativa habitacional que eles fizeram, e passaram a mão em R$ 100 milhões de famílias médias, de famílias modestas.”

Serra disse que, quando ocorreu a licitação, “nem era governador, diga-se de passagem”. “Essa concorrência não foi feita por mim, essa concorrência foi anulada pelo próprio governo porque os preços não eram bons”, declarou. “O governo fez de novo, portanto defendeu, e eles dizem agora que os vencedores já eram sabidos”, reclamou.

QUASE UM QUILO

Em Recife, onde concedeu entrevistas a duas rádios, o candidato tucano comentou também a agressão que sofreu no Rio de Janeiro. “Os peritos comprovaram que eu realmente recebi uma pancada de um volume que tinha quase um quilo na cabeça”, afirmou.

Ao deixar uma das emissoras, Serra ouviu protestos de um militante da candidata petista Dilma Rousseff, que gritou: “Serra bolinha de papel.” O candidato apenas acenou. As pessoas que acompanhavam o tucano vaiaram o manifestante.

O ex-governador paulista participará ainda hoje de uma caminhada no centro da cidade.

METRÔ

Ontem, o governador de São Paulo, Alberto Goldman (PSDB), determinou a suspensão do processamento da licitação dos lotes de 3 a 8 da linha 5 (Lilás) do metrô após reportagem da Folha, assinada por Ricardo Feltrin, informar que o jornal soube seis meses antes da divulgação do resultado e quais seriam os vencedores.

O resultado só foi divulgado na última quinta-feira, mas o jornal já havia registrado o nome dos ganhadores em vídeo e em cartório nos dias 20 e 23 de abril deste ano, respectivamente.

A licitação foi aberta em outubro de 2008, quando o governador de São Paulo era José Serra (PSDB) –ele deixou o cargo no início de abril deste ano para disputar a Presidência da República. Em seu lugar ficou seu vice, o tucano Alberto Goldman.

O atual governador informou que determinou à Casa Civil que solicite investigação do Ministério Público Estadual e à Corregedoria-Geral do Estado que também apure o caso.

Folha.com

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: